Meditação da Semana – Pe. Paulo M. Ramalho

Meditação da Semana – Pe. Paulo M. Ramalho
Olá todos!
Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “um grande projeto: construir uma família”.

Não há projeto humano mais belo na terra do que construir uma família! Como é belo ver um lar com vários filhos e os pais sendo protagonistas da criação de filhos extraordinários que poderão ter uma parcela no futuro na transformação deste mundo!

Os projetos mais valiosos deste mundo são os projetos humanos e construir uma família é o projeto humano por excelência. Nada se compara a isto! A beleza de uma família é incontestável!

O casal que tem este projeto é um casal que fala com a boca cheia. Tem brilho nos olhos.

Construir uma família:
– é perceber que o maior bem que há no mundo, sem comparação nenhuma com qualquer bem material, são os filhos;
– é perceber que cada filho traz uma riqueza extraordinária à família;
– é perceber que cada filho nos faz ser mais felizes, dilata o nosso coração, deixa a vida mais bela;
– é perceber que cada filho é uma fonte de orgulho, de um santo orgulho;
– é perceber que dá mais alegria este projeto do que ser presidente de uma multinacional, ocupar altos cargos profissionais.

Todos nós fomos feitos para coisas grandes. O que acham de ter este projeto?

Muitos dirão: “mais isto não é fácil, o senhor está falando de algo grande, de construir uma família bonita, de ter vários filhos, um, dois, três, quatro… Isto não é nada fácil!” E eu diria: e quem disse que é fácil? Nada que vale nesta vida é fácil. Como dizia um santo, “todo ideal grande custa sacrifício”. E quanto maior o ideal, maior o sacrifício. Mas a beleza do ideal é o que ele vale, não o que custa.

Gostaria que todos vocês sonhassem com este projeto de construir uma família bonita, grande, na medida do possível. Quem for mais velho e já não possa mais realizar este ideal que anime os mais novos a construí-la. Com quantos filhos? Não sei, isto depende de uma série de fatores: condições econômicas, condições físicas, psíquicas etc. Mais quem tem o projeto de construir uma família, tem o desejo de ter, na medida do possível, muitos filhos, pois eles são a materialização da expansão do amor. Quem tem este projeto coloca o ideal de expandir a família na frente de:
– ter um carro último modelo;
– ter uma casa no bairro tal, com tais e tais móveis de tal e tal loja;
– viajar para o exterior todo ano;
– ter roupas de marca etc.

Infelizmente muitas pessoas têm colocado estes requisitos na frente e acabam construindo uma micro família não por razões de força maior, por razões de peso, mas por motivos egoístas, por querer acima de tudo “curtir a vida”, ter “uma vida regalada”.

Volto a dizer: nada se compara a ter uma família maravilhosa, grande, na medida do possível, essas famílias que antigamente víamos nos filmes e tocavam profundamente o nosso coração. Elas fazem brilhar os nossos olhos, pois elas são fruto do amor e o próprio do amor é dar-se, expandir-se, abrir-se às alturas etc.

Sonhemos todos nós com este ideal e o mundo se tornará muito mais feliz!

Uma santa semana a todos!

Pe. Paulo M. Ramalho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s