Comissão para a Juventude lança caminho preparatório para DNJ

Comissão para Juventude propõe caminho a ser seguido para a celebração do DNJ.

 

O Dia Nacional da Juventude (DNJ) será celebrado oficialmente no terceiro domingo de outubro. Com o tema “Feitos para sermos livres, não escravos” (CAPYM, 430) e a iluminação bíblica “Eis o que diz o Senhor: Praticai o direito e a justiça, e livrai o oprimido das mãos do opressor” (Jr 22, 3a), a celebração quer dar continuidade ao trabalho da Campanha da Fraternidade deste ano. Desde já, a Comissão para a Juventude sugere que os jovens se preparem para o evento. A comissão propõe um caminho a ser seguido, que vai desde a Jornada Diocesana da Juventude, que ocorreu em maio, até o DNJ. Esse processo quer  proporcionar a unidade de todos os grupos em vista do fortalecimento da missão, levando os jovens a dar uma continuidade no trabalho de Evangelização (foto).

O Dia Nacional da Juventude
O DNJ segue uma tradição semelhante à da Campanha da Fraternidade, acentuando a dimensão social da fé, enfocando os problemas que afligem a juventude. Várias dioceses brasileiras já comemoram o DNJ, e muitos Setores Juventude se organizam para que os jovens possam debater e refletir, com outros jovens, sobre a sua realidade.A proposta é que os assessores, coordenadores e animadores da Pastoral Juvenil utilizem o tema da Campanha da Fraternidade. O referido estudo, depois de refletido das mais diversas formas, deve culminar em uma pesquisa e mapeamento das formas de tráfico e exploração humana que se fazem presentes em cada uma das realidades específicas. O objetivo é que se tome consciência da realidade em que se está inserida cada juventude.A Comissão para a Juventude elabora, anualmente, um subsídio com pistas e sugestões de encontros para os grupos de jovens. Esse ano, além da novidade do caminho preparatório, o material está dividido em momentos para que cada expressão realize os encontros de acordo com o seu carisma. Para acessá-lo, basta clicar aqui. Para adquirir a edição impressa, basta fazer o pedido nas Edições CNBB – o valor é de R$3,oo.

Para o assessor da Comissão para a Juventude, da CNBB, padre Antônio Ramos, o caminho missionário quer dar continuidade às ações, para que não haja atividades desconexas. Se você quer entender melhor como é o caminho de preparação proposto pela comissão, confira este vídeo:

Faça o download da carta aos jovens, assessores e pessoas dedicadas à evangelização juvenilaqui.


O que fazer se, na sua diocese, o DNJ ainda não é celebrado?
O DNJ já é um evento histórico e tradicional em todo o país; porém, em algumas regiões, não é celebrado a nível diocesano. O Setor Juventude Diocesano é quem tem a responsabilidade de animar e encaminhar o projeto.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s